That Girl: Humanidades, duas escolhas diferentes: colaboração

quinta-feira, setembro 1

Humanidades, duas escolhas diferentes: colaboração



Como já tinha dito há algum tempo, iria trazer novidades e mais parcerias para o blog e é isso mesmo que vai acontecer nos próximos tempos. Eu e a Ana Bessa, do blog Precisava de Escrever, já andamos a falar há algum tempo e já nos decidimos da parceria que vamos fazer: uma vez por mês vamos fazer uma publicação em conjunto e, para este mês, decidimos  que íamos fazer a publicação: Humanidades, duas escolhas diferentes. Ambas andávamos no curso de Humanidades e fizemos duas escolhas diferentes e, por essa razão, achamos engraçado colocarmos a visão de duas alunas de Humanidades que fizeram duas coisas diferentes, por isso, vamos lá!

Quando tive que fazer a escolha do curso não foi fácil. Andei às voltas e voltas porque não sabia o que queria. Então, decidi por aquilo que eu gostava realmente: línguas. Eu adoro línguas e toda a gente diz que tenho uma facilidade enorme de aprender línguas. Já sei francês, inglês e alemão. A próxima língua que eu quero aprender é, sem dúvida, mandarim e, logo a seguir, italiano. As línguas foram as "culpadas" por eu seguir Humanidades mas não estou nada arrependida. 
Durante três anos, o estereotipo criado pela sociedade assombrou-me. Toda a gente dizia que no final eu ia parar ao desemprego, que quem ia para Humanidades não tinha futuro, que só queríamos fugir à matemática e coisas do género. Nenhuma destas coisas me fez desistir do que eu queria e dos meus objetivos. Comecei a criar uma ideia daquilo que queria realmente e, então encontrei o curso que conjugava aquilo que eu realmente gostava com aquilo que me daria futuro: Línguas e Relações Empresariais. Desde o décimo ano que formei esta ideia e fui com ela até ao fim. Trabalhei o mais que pude e consegui para tentar alcançar o meu objetivo e, agora, o meu futuro está nas mãos de quem decide se entra ou não nos cursos e nas faculdades. É claro que tenho planos de reserva mas que no fundo vão dar à mesma coisa do curso que eu realmente quero mas nunca perder a fé é o mais importante.

Acredita, agora, no décimo ano, é te dado um mínimo leque de opções para escolheres o teu curso, mas quando quiseres escolher o curso do ensino superior vai-te ser dado um leque infinito de opções. Só te digo uma coisa quando tiveres que fazer uma opção que influencie o teu futuro, escolhe com o coração e não ouças o que a sociedade te diz porque o que a sociedade faz é dividir as pessoas em grupos e se agora o curso que queres não tem futuro, mais tarde pode ter. Escolhe algo que te faça feliz e que te vejas a fazer. Escolhe com o coração!


Ana Bessa
Quando no 10º ano optei por Humanidades foi por adorar História e não me arrependi.
Mas durante estes 3 anos estava constantemente a ouvir coisinhas do tipo “foi para fugir à matemática?”, “coitada mais uma para o desemprego”, “isso não dá para nada”, “é mais fácil mas não vais ser ninguém na vida…”
Obviamente este estereótipo que a sociedade criou é totalmente ridículo mas se desse lado esta alguém que pretende ir para Humanidades é assim que funciona mas não desistam, vale a pena. Mas adiante que não estou aqui para falar dessas desgraças.
12º Concluído e agora? Agora deparamo-nos com mil e uma opções eu optei por Ciências Empresarias.
Desde pequenina que o meu sonho é ter a minha própria empresa por isso com esta opção prendo ganhar bases para depois conseguir gerir a minha empresa e obviamente dinheiro para investir hahahah

Há imensas opções, de coisas completamente diferentes, opta pelo que gostas e não pelo que te influenciam por ter mais saída ou mais prestígio. No fundo opta pelo que achas que te vai fazer mais feliz e ignora o que os outros pensam.

E quais são as vossas opções
de escolha para a escola?

3 comentários:

  1. Apesar de ir para economia, a minha verdadeira paixão são as línguas. E gosto muito de história! Achei este post uma excelente ideia :)
    Beijinhos

    Saturn's Mermaid

    ResponderEliminar
  2. Também andei em Humanidades e, infelizmente, as boquinhas foram mais que muitas. Mas, vai-se a ver e o que é que está a dar trabalho agora? Línguas. Neste momento, quem sabe línguas como o alemão ou o mandarim, tem a vida feita. Acho mesmo que devemos seguir aquilo que queremos e que gostamos :)

    Beijinhos, xx
    My Little Corner

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!