That Girl: Quintas Pessoais: O momento mais assustador da minha vida

quinta-feira, agosto 18

Quintas Pessoais: O momento mais assustador da minha vida



Desta vez trago algo diferente para o blog. Vou-lhe chamar "Quintas Pessoais" e todas as quintas-feiras venho aqui ao blog escrever sobre algo pessoal. Baseei-me um pouco nas Terças Secretas da Inês Rochinha mas decidi que iria fazer algo pessoal. Então, decidi criar as "Quintas Pessoais".
Na publicação de hoje vou publicar o momento mais assustador da minha vida. Quem quiser, nos comentários, pode também partilhar os seus momentos dependendo do que eu escrever. Hoje podem partilhar um momento assustador na vossa vida!
Se quiserem saber qual foi o meu cliquem em "Ler mais".



O momento mais assustador da minha vida foi quando vi a minha mãe com uma paragem cardio-respiratória e a enfermeira que estava com ela já dizia que não havia nada mais a fazer pela minha mãe.
Foi a um sábado, já há uns 5 anos, na hora da missa. Estava com a minha mãe, irmã e pai e estava muito calor nesse dia e a minha mãe começou a sentir-se mal. O meu pai saiu com ela, acompanhados por uma colega da minha mãe, para ela, assim, poder apanhar ar fresco e recuperar. Mas o efeito foi o contrário. A minha mãe não recuperou e desmaiou nos braços do meu pai. Quando ela desmaiou a colega da minha mãe tinha visto uma enfermeira na missa e foi chamá-la. Assim que ela chegou ao pé da minha mãe percebeu que não era um simples desmaio mas sim uma paragem cardio-respiratória. Chamaram o INEM e a enfermeira começou a fazer a massagem cardíaca para que assim os batimentos da minha mãe voltassem ao normal e para que ela acordasse.
Quando eu me apercebi do que se estava a acontecer com a minha mãe, saí do meu banco e a minha irmã veio comigo. Quando chegamos já a ambulância tinha chegado e a enfermeira abanava com a cabeça e dizia que já não havia nada a fazer. Senti-me impotente naquele momento. Eu não podia fazer nada pela minha mãe nem ninguém podia. Assim que os médicos chegaram perto da minha mãe e a ligaram a uma carrada de máquinas eu fiquei confusa. Era nova, não sabia o que fazer, só sabia que algo de mau estava a acontecer à minha mãe. Quando dei por mim já estava a minha mãe dentro da ambulância e eu a chorar.
Eu, o meu pai e a minha irmã fomos diretos e aí explicaram melhor o que tinha acontecido. Se a enfermeira não tivesse feito a massagem cardíaca a minha mãe teria morrido. Senti-me assustada porque a qualquer momento podia perder a minha mãe. Podia perder a minha heroína.
Já aconteceram mais vezes destas paragens cardíacas à minha mãe mas, felizmente, há sempre alguém para a socorrer, por perto. Agora também eu já sei o que fazer mas naquele dia senti-me impotente e assustada como nunca mais me senti!

Já tiveram algum momento assustador
na vossa vida?

4 comentários:

  1. acho que um dos momentos mais assustadores da minha vida foi há uns meses atrás, quando pensei que a minha mãe tinha uma doença grave. graças a Deus estava apenas a ser paranóica e ela não tinha nada sequer, pelo menos nenhuma doença. mas entendo-te perfeitamente, só de imaginar algo semelhante a acontecer à minha mãe fico com o coração nas mãos! fico muito feliz por a tua mãe estar bem e ter consigo ultrapassar essas situações!
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só de pensar na hipótese que um dia posso perder a minha mãe fico doente. Compreendo aquilo que pensaste! Obrigada!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Gostei da tua ideia :) Deve ter sido uma experiência aterradora ver a tua mãe naquele estado, nem consigo imaginar como te deves ter sentido! Perder as nossas mães deve ser uma das coisas mais dolorosas de sempre.
    Beijinhos

    Saturn's Mermaid

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, foi bastante aterradora!
      Beijinhos

      Eliminar

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!