That Girl: T.S - Perdeste-me, estás contente?

terça-feira, dezembro 15

T.S - Perdeste-me, estás contente?



Perdeste-me, estás contente? Desta vez foi mesmo a sério.
Um dia, entreguei-te a chave do meu coração e disse-te "o meu coração está aberto para ti. Toma a chave, guarda-a e faz com que ele não volte a fechar.". Confiei em ti, entreguei-me a ti, entreguei cada parte do meu corpo por mais pequena que ela fosse! Contigo senti coisas que não sabia que era possível, sequer, sentir. Fazias-me sentir nas nuvens e disse tantas vezes, a tanta gente "entreguei a chave do meu coração à pessoa certa, ele é o tal". Mas, quando eu menos esperava, começaste a atacar. Começas-te a magoar-me, começas-te a mostrar uma faceta tua que eu não sabia que existia, ou se calhar eu é que via a faceta que não existia. Via uma pessoa meiga, calma, que gostava verdadeiramente de mim, alguém que me ajudava em tudo o que precisava e que estava lá sempre que eu chamasse. Mas, a verdade, é que te começaste a mostrar uma pessoa rude, alguém que estava mal num segundo e no outro já estava bem, uma pessoa manipuladora, que só me tinha usado como passatempo, como uma boneca. Chorei, chorei e chorei. Chorei durante dias seguidos e dizia "e agora? Não vou conseguir superar. Eu entreguei-lhe a coisa mais importante: a chave do meu coração". Culpei-me pela tua mudança, culpei tudo o que disse, culpei-me durante dias seguidos. Tentava seguir para a frente mas faltava uma única coisa: desapegar-me de ti. Precisava de cortar o fio que nos unia, ou melhor que me unia a ti, porque já não havia o fio que te unia a mim.
Até que um dia cansei! Cortei o fio que me ligava a ti e mudei tudo em mim. A chave? Ficaste tu com ela, mas mesmo que queiras não vais conseguir abrir o meu coração para ti de novo! Acabou! Perdeste-me e, agora que perdeste, dás-me valor? Já precisas de mim? Já precisas da rapariga chata que te estava sempre a mandar mensagens, sempre a ligar? A rapariga que estava completamente apaixonada por ti?
Mas agora tens o que queres. Já me afastei, já deixei de falar, já ignoro, já não me fazes falta. Não me fazes rir como fazias. Não pertences mais a mim.
Perdeste-me, estás contente?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!