That Girl: A culpa é minha...

sábado, setembro 12

A culpa é minha...




Culpei-te vezes sem conta pelo meu sofrimento, mas, pensando bem, a culpa não foi tua. A culpa foi minha. Foi minha porque vi valores em ti que provavelmente não tinhas. Vi o teu lado bom, querido, protetor, lado esse que provavelmente era só a minha imaginação a trabalhar. A culpa é minha, sempre quis viver um conto de fadas. Mas com o tempo fui percebendo que isso não existe. Sempre quis encontrar um príncipe encantado mas ao contrário disso encontrava sapos, sapos esses que nunca viraram príncipes. Sempre sonhei que quando menos esperasse ia aparecer alguém para amparar as minhas quedas, para me ajudar a levantar. E foi aí que errei. Pensei que tu eras o príncipe encantado. Pensei que estava a viver um conto de fadas, quando na realidade era só a minha imaginação a trabalhar, para variar.
É, provavelmente a culpa é minha. É minha porque quero sempre mais de mim, sempre mais das pessoas. Se calhar é esse o meu defeito, querer sempre mais dos outros e de mim.
Provavelmente a culpa é minha porque vejo sempre lados que as pessoas não têm, o suposto lado bom. A culpa é minha porque tento sempre ser boazinha e depois acabo sempre por me magoar. A culpa é minha porque vou sempre atrás das pessoas, mesmo quando digo "não vou mais". A culpa é minha por sofrer tanto. A culpa é minha porque, às vezes, parece que tenho o vício de me magoar.
Já percebi que tenho de ser eu a mudar. Sou eu que continuo a valorizar quem não tem valor. Sou eu que vivo a tentar enganar-me. Sou eu que faço de tudo para tentar sofrer, quando penso "é desta". Tu sempre foste assim, desde o início. Sempre foste um vidro rabiscado mas eu via uma pedra preciosa. Tentava convencer-me que com o tempo tu ias ficar melhor. Que isso era só uma capa protetora. Vai-se a ver e eu mereço mesmo esta dor. Se calhar é a maneira que a minha vida arranjou para me dizer que está na hora de mudar. Está na hora de continuar a partir-me em mil bocados. Está na hora de ir pelo caminho certo porque eu sei qual é o certo, só que é mais fácil ir para o errado. Eu sei qual é o certo mas insisto ir para o errado. É mais fácil...
Mais uma vez...

A culpa é minha...   

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!