That Girl: "Fala do Rick..."

quarta-feira, julho 1

"Fala do Rick..."


Hoje recebi um mail de uma menina e antes de mais quero agradecer por todo o apoio que me têm dado e obrigada pelo mail. Quero mesmo que comecem a interagir comigo. Sei que comentar pode ser um pouco difícil para quem não tem conta mas a caixa para mandarem mail está logo em baixo e eu adoro receber os vossos mails e comentários.
Então esta menina pediu-me para eu falar do Rick, como é que o conheci, como é que nos aproximamos, porque nos chateamos e se voltamos a falar. Bem eu já tinha explicado algumas coisas sobre o Rick na publicação "Who is Rick" que podes ver aqui mas nesta publicação vou falar se calhar mais aprofundado e com mais pormenores.
Como já tinha referido, eu e o Rick conhecemo-nos numa visita de estudo. Éramos de escolas diferentes na altura mas como fazíamos parte do mesmo agrupamento e éramos do mesmo ano a escola dele também foi. Como eram poucos uns foram para o autocarro onde eu estava e outros para um outro. O Rick conhecia uma rapariga que estava connosco no autocarro e ela chamou-o para ao pé de nós. Veio ele e um amigo e ficaram sentados à nossa frente. Nós íamos nos bancos atrás (aqueles todos juntos sabem?). A viagem para Lisboa (que era onde íamos na visita) foi um pouco secante. Era muito cedo e ainda estávamos quase a dormir. Quando chegamos a Lisboa começamos a falar todos uns com os outro e demo-nos todos muito bem. Quando, no final do dia, voltamos para a escola já tirávamos fotografias juntos, gravávamos vídeos e chegamos a trocar números de telefone. E foi assim que a nossa amizade surgiu. Começamos a falar e aproximamo-nos cada vez mais. Tínhamos muitos planos para quando fossemos para a mesma escola. Planos era o que não faltava e ambos sabemos disso. Criamos uma amizade muito boa mas nada se passou. Parece que quando fomos para a mesma escola, em vez de nos aproximarmos como tínhamos planeado, afastamo-nos. Passávamos um pelo outro e não dizíamos nada. Era como se fossemos completos desconhecidos. Até que voltamos a falar, voltamo-nos a aproximar e muitas das coisas vocês já sabem porque fui contando à medida que aconteciam as coisas.
Porque é que nos afastamos? Se calhar burrice minha e burrice dele. Fomos os dois burros ao ponto de estragarmos a amizade que tínhamos... Burrice dele por me ter iludido com os sentimentos que eu pensava que ele tinha por mim e burrice minha por estar sempre a dizer o mesmo, por ter ciúmes da, provavelmente, única pessoa que o fez feliz e que fez com que ele se calhar mudasse, que se apaixonasse verdadeiramente.
Se voltamos a falar? Não desde aquele dia que não falamos. Se isso me deixa triste? Bastante, mas não há nada que o tempo não cure! E quem sabe, um dia, não voltaremos a ser amigos.
O Rick para mim sempre foi um irmão e eu para ele sempre fui uma irmã e se a nossa amizade era realmente verdadeira voltaremos a ser amigos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!