That Girl: Há uma altura que temos de deixar ir...

sexta-feira, junho 5

Há uma altura que temos de deixar ir...


Hoje perdi todas as mínimas hipóteses que tinha com o Rick. Desta foi de vez e não há volta a dar, estou mesmo a ver. É o que sinto.
Hoje acordei com um pressentimento que o dia não ia correr bem, que se ia passar alguma coisa, até pus um tweet sobre isso e muitos diziam que era só impressão, mas a verdade é que eu sentia mesmo isso e por muito que o dia me estivesse a correr bem o pressentimento não desaparecia. Tanto não desapareceu que aconteceu algo que arruinou o resto do meu dia e fez com que eu arruinasse tudo o resto.
Sabem quando pensam que aquela parte do vosso passado está mais que esquecida e enterrada, quando pensam que já nada vos afeta e que superaram essa fase e depois acontece algo que faz com que tudo desabe? Foi isso que aconteceu hoje. Quando eu pensava que já tinha esquecido tudo, que já nada me afetava foi quando me pareceu ver uma pessoa e tudo desabou. Entrei em completo pânico. Não sabia que fazer, que pensar. Tremia por todos os lados e não conseguia parar. Simplesmente não dava. Até que desabei a chorar. Foi antes de chorar que estraguei todas as hipóteses com o Rick porque o ignorei. Não falei para ele porque se falasse desataria a chorar e não o queria fazer à frente dele, simplesmente não dava e quando virei costas desabei a chorar.
Por momentos senti-me como a rapariga da fotografia, senti-me debaixo de água, parecia que o oxigénio escapava, parecia que não conseguia respirar. Senti algo que não quero voltar a sentir. Senti-me mesmo sem hipóteses de sair daquela. Acho que nunca senti nada igual e também não dá para explicar o que senti.
Foi então hoje que percebi que preciso de mudar o meu "eu". Mudar a minha atitude a enfrentar as coisas, os problemas, ser mais forte. Pôr os sentimentos de lado e isso significa que o que sinto pelo Rick vai ter de desaparecer. Vou ter de esquecê-lo. É o melhor para mim. Eu sei perfeitamente que ele não me ama, que ele não gosta de mim, que ele não quer o mesmo que eu e que nunca vai dar mais nada que amizade. Mas acreditem ter uma amizade como eu tenho com o Rick é algo que muita gente devia ter. Mas a verdade é que é amizade. Nada mais. Nunca foi nem nunca será. Esquecê-lo não significa que tenho de me afastar mas tenho de esquecer, deixar ir... Por muito que custe fazê-lo, por muito que vá sofrer, é melhor esquecer agora do que continuar a arrastar isto e sofrer muito mais.

Há uma altura que temos 
de deixar ir...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo teu comentário! É muito importante!